Com o tempo aprendi que:

Sou uma pessoa diferente das demais, o que não me faz nem mais , nem menos do que ninguém, apenas diferente, única;

aprendi que um sorriso pode cativar pessoas, e trazer proximidade e intimidade;

ser feliz é um estado de espírito, existirão dias ruins, e dias bons, o que importa é o que eu faço de cada dia e de cada momento que eu vivo;

aprendi que o ideal é utopia, e que posso lidar com as coisas e pessoas como elas são, da forma são, e isso não me faz ama-las menos;

entendi que nem todos estão dispostos  a serem amigos, e que isso não importa, importa quem esta verdadeiramente com você, independente da situação ou do seu humor;

com o tempo aprendi que verdadeiros amigos sabem ouvir uma crítica sem ter que revidar na hora que a recebem, e que da mesma forma como criticamos, também temos que aprender a ouvir a crítica deles;

aprendi que sonhos se realizam, com determinação e com a ajuda de outros, afinal, sonhar junto torna sonho realidade;

hoje sei que o diabetes é uma parte de mim…eu não sou o diabetes, apenas o tenho… uma parte não tão agradável de mim, mas que preciso conviver e aceitar, assim como outros defeitos e imperfeições;

aprendi que o tempo é quem cura qualquer coisa, mas que para isso também precisamos fazer nossa parte;

aprendi que não tenho que medir a glicemia varias vezes quando estou com hipo, mas que com 15 gramas de carboidrato  tenho um aumento de glicose em 15 minutos… então, resta-me esperar;

aprendi que ninguém pode lutar por você, mas que podem lutar COM você, o que faz o esforço valer a pena;

Hoje sei que é necessário deixar a “velha roupa” de lado, e deixar espaço para o novo acontecer… as coisas são passageiras em nossa vida, e é importante viver com intensidade cada minuto de vida que temos, afinal, nada retorna ao que era, o caminho só continua… não adianta ficar parado no tempo, ele evolui sem o seu querer.

As pessoas mudam, as coisas mudam…e mudança faz parte de nossa vida… precisamos mudar junto, evoluir, crescer, amadurecer.

Hoje sei que dinheiro é importante, mas que não é tudo na nossa vida… o que vale mesmo é ter um coração grato, amor pelas pessoas que valem a pena, admiração por você mesmo, afinal, de seu amor próprio é que derivam o amor , carinho e respeito pelo outro, e não , isso não se chama egoísmo… é necessário entender a profundidade deste amor próprio com a clareza de que se sou único no mundo o outro também é, e por isso, tão importante quanto eu.

Aprendi, que ouvir mais e falar menos é sempre a chave para o sucesso… estar COM é melhor do que parecer presente, e para estar COM é necessário que não tenhamos idéias pré concebidas, mas que estejamos inteiros enquanto seres humanos.

Entendi, aprendi e hoje sei que não sou só amor, sou ódio também, que não sou só delicadeza, sou crueldade às vezes, e que assim sou eu, uma pessoa com polaridades sim, mas disposta a olhar para as coisas que não são tão boas em mim, afinal, somente tendo claro os defeitos ou coisas não tão boas, é que podemos ser verdadeiramente bons, verdadeiramente amáveis, verdadeiramente inteiros e autênticos!

Aprendi tanta coisa até aqui que tenho a certeza de que aprenderei muito mais ainda… e agradeço a cada dia pelo dom precioso da vida, pela possibilidade de errar e acertar e por entender mais e melhor de mim mesma hoje do que a alguns anos… entender de nós mesmos é mil vezes melhor do que saber e achar que entende a vida do outro… afinal cada qual sabe a “dor e a alegria que trás em seu coração”.

Tenham um lindo resto de semana!

 

Anúncios

5 pensamentos sobre “Com o tempo aprendi que:

  1. esse post me fez refletir … adorei … Elisa tem momentos dificies que parecem que nao vao passar nunca ..e ter pessoas que nos dizem o contrario e muito bom …porque tem monento que a gente deixa de acreditar nisso !
    obrigrado pelo lindo post!
    bjim

  2. Ao longo do temo aprendi que a única coisa que de fato vale a pena é VIVER Elisa… e que isso não tem como se aprender na teoria, e que nenhuma fantasia acerca do que possa ser a vida nos satisfaz de verdade… a não ser VIVER!!!! Rica e intensamente todas as circunstancias que a vida nos deixar experimentar…

    Um beijo imenso e obrigada pela reflexão!

  3. Oi Elisa!
    Hoje vi uma reportagem sobre ti na revista da FarmaMellitus e A-M-E-I!
    Sou Médica e tive o diagnóstico do diabetes há 4 anos (praticamente um “doce presente de formatura”, pois foi um mês antes de me formar em medicina)…estou ainda aprendendo a “viver uma vida” (desculpe a redundância!) de diabética, mas está tudo certo – exames ok, HbA1C ótima, exercícios físicos regulares…ufa….tenho que fazer muito esforço pra conseguir me manter regrada, pois a minha vida médica é uma loucura: correria o dia inteiro, plantões, plantões, almoços – com certeza – quase nunca sendo “ao meio-dia” (ahahahah)….mas tudo bem!
    Estou feliz em ter conhecido teu blog!
    Certamente vai ser uma ajuda e tanto pra eu poder continuar, e ficar ainda mais, de bem com a vida!Compartilhar experiências, anseios, dúvidas, alegrias….teu blog está maravilhoso!Parabéns!!!Vou visitá-lo sempre que puder!
    Beijo

    • Que alegria saber que conheceste o Blog através da revista, fico muito feliz! Obrigada pela visita aqui e volte sempre, por favor. Com certeza temos muito para trocar e quem sabe, termos a tua opinião como médica de alguns assuntos, o que achas?
      Volte sempre, é uma honra conhecê-la! 🙂
      Beijos, Elisa

      • Claro!!!
        Apesar de minha especialidade ser Pneumologia, vou adorar poder ajudar sempre!!!!
        Um grande beijo
        Lilian

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s