Grande presente

Olá!!! Estou aqui porque queria contar à vocês um pouco deste momento mágico que estamos vivendo.

Vocês tem acompanhado nossa gravidez até aqui e  tudo que vivenciamos nesta época, das alegrias às grandes preocupações.

Confesso para vocês que eu estava apreensiva em relação ao parto. Desejei muito que tivesse parto normal ( apesar de me preocupar com as longas horas que poderiam gerar uma hipo), no final, acabamos com uma cesariana, Lucas não estava encaixado e precisava nascer na 38° semana, pois segundo o médico, a partir desta semana os controles seriam mais dificultosos e como é raro uma diabética tipo 1 chegar até tão longe , não queríamos arriscar. Marcada a cesária, lá fomos nós para nossos medos: eu teria que ficar em jejum por 8 horas. Tomei insulina normalmente no dia anterior, incluíndo a rápida. Jantei bem e não usei rápida. Acordei no dia do parto com hipoglicemia. Como o médico havia orientado, tomei um sachê de glicose ( aquela balinha) e fomos para a maternidade. A glicemia ficou dentro da normalidade e durante o parto eles monitoraram. Foi tranquilo demais…fiquei super bem o tempo todo só com soro fisiológico ( sem glicose).

Lucas Takeo nasceu! Ouvi seu choro…que emoção! Chorei! E agora a preocupação era com a glicemia dele: tudo perfeito. A pediatra veio me dizer que estava tudo ótimo, logo ouvi me dizerem: ele vai ficar com você na sala de recuperação!

SERIO?!!!!!!

Nesta hora lembrei dos meus medos de ele ir para incubadora ou ter que ficar várias horas longe por questões de segurança ( pelo fato de eu ter diabetes e algo poder ocorrer com ele, neuras de mãe). Nenhum destes medos se concretizou. Lucas foi comigo para a sala de recuperação, e deu sua primeira mamada! Oh benção!

Ganhei tudo aquilo que necessitava naquele momento: a certeza de que todos os cuidados, privações, em alguns momentos “sofrimentos”, valeram a pena. Valeu a pena tudo, todo sacrifício, toda luta, TUDO! Estava com meu pequeno nos braços e recebi a recompensa por tantos cuidados: para mim naquele momento Lucas foi mais do que o maior buquê de rosas do mundo, maior do que qualquer orquídea ( e quem me conhece sabe o quanto amo estas flores) que eu pudesse ter recebido: Lucas é meu maior e melhor presente, assim, saudável, podendo estar comigo o tempo todo!

Monitoraram  a glicemia do Lucas nos dias em que estivemos na maternidade: tudo perfeito, dentro da normalidade.

Eu após o parto, por ter de ficar mais 8 horas em jejum, recebi soro glicosilado, em doses baixas…e ficou tudo tranquilo. Já no dia do parto diminui pela metade a injeção de lantus ( antes 26 agora 12 unidades) e nenhuma de rápida. Glicose controlada com bem menos insulina!!! 🙂

E só estou colocando isso tudo aqui para dizer para vocês meninas que tem seus medos e perguntas: é muito possível ficar bem e o bebê ser super saudável também. Basta a gente se cuidar!!!!!!

Posso dizer de todo meu coração: “Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o bem que poderíamos conquistar, se não fosse o medo de tentar.”

Não percam a esperança jamais… podemos qualquer coisa com determinação, coragem e persistência. Tente, corra atrás…lute: VALE A PENA CADA SEGUNDO VIVIDO PELO SIMPLES FATO DE TER O LUCAS EM MEUS BRAÇOS HOJE!

Olhem que grande “buquê de flores” recebi por ter me cuidado: 🙂

Estarei ausente do Blog, mas tentarei quando der tempo ( como agora), colocar algumas fotos e contar um pouco do que acontece por aqui! Pequeno príncipe com 3 dias de vida

Anúncios

7 pensamentos sobre “Grande presente

  1. Parabens mesmo !!!!Pela coragem determinacao ,por se cuidar direitinho ,por ter feito pelo seu pequeno …. eu vou adotar … nao por medo porque sei que a gente se priva mesmo por um filho mesmo nao sendo mae … mais no nosso caso na situacao de diabetica … se algo der errado eu me sentiria culpada !!!Entao eu teria feito igualzinho voce sem duvidas !!!No momento nao posso engravidar por causa do remdios que tomo pra depresssao e sindrome do panico e um remedio pra diabetes tb *apesar de ser do tipo 1 * aqui tem um santo remedio que ajuda a acao da insulina e diminui a fome …. mais nao permite engravidar ! por enquanto preciso deles e tenho vontade de ser mae …como sempre tive esse sonho de adotar ….estou muito feliz e anciosa pela chegada da minha pequena Eliza … que e ja muito amada por nos !!!!Beijo grande tudo de bom pra vcs que deus abencoe sua familia sempre ,ilumine a vida de vcs derramando bencoes de saude e alegria !!!!!
    bjim

  2. Parabéns Elisa!
    Realmente valeu super a pena, nada como ter o bebê em seus braços logo depois de nascer =)
    Fico muito feliz por vocês, você é mesmo uma vencedora!!
    Bjos e curta mtooo o seu buquezinho de flores!

  3. oh que florzona tu estavas cuidando, regando e adubando né? veio forte, em terreno saudável e bem iluminado!!! 😉
    to orgulhosa de voces!
    e nao consigo parar de admirar esse bebê fofo!
    incrivel isso, vejo o Luis nele, mas nao consigo parar de pensar que a testa e o narizinho (a parte de baixo pelo menos) sao da nossa linhagem!
    enfim, ele é lindo! Mas é tao bom perceber semelhancas, mesmo que de longe….
    Te cuida sempre assim, que ele vai estar bem tambem!

    te amo,

    beijao

  4. Olá Elisa e Michio! Você, Elisa, não me conhece, mas eu estudei com o Michio (chamávamos ele assim na escola) aqui em sp. Há algum tempo vi o blog de vcs e achei bem legal, vira e mexe venho aqui, não pq tenha diabetes ou coisa assim, a curiosidade me carregou rsrs, já que conheci o Michio anos atrás… Mas passei para dar os parabéns pela riqueza que chegou na vida de vcs! O Lucas é muito lindo! Que seja uma benção na vida de vcs e que sejam uma família tb abençoada!
    Tenho uma linda menininha de 1 ano e 1 mês que é a nossa alegria… Tudo vale a pena mesmo! Aproveitem cada segundo pq vcs vão perceber que eles crescem exageradamente rápido, e qdo a gente olha tá lá um tico de gente andando pra cá e pra lá rsrsr… Toda vez que olho um bbzico assim me dá vontade de ter outro… coisa de louco a maternidade! Felicidades aos 3 nessa nova fase!

  5. oi elisa fiquei muito feliz em conhecer sua historia,tambem tenho diabetes tipo 1 e estou gravida de 15 semanas nao fiz um controle mais rigoroso antes de engravidar mais minha hemoglobina estava em torno de 7.0… agora dia 26/01 fiz um exame e deu 7.05 acima do esperado… Elisa sua hemoglobina dava em torno de quanto na gestaçao!

    Espero poder conversar mais com vc e q possamos nos ajudar talvez eu nao muito mas vc com certeza tenha muitas experiencias para compartilhar… Que Deus ilumine vc seu lindo Lucas e toda a sua Familia… BJSS!!!!!!!!!!!!!!!!! Carina

  6. Sim, Elisa, todo o esforço para termos essas coisinhas maravilhosas em nossos braços vale a pena. Todos os dias, quando olho para o meu Lucas penso: valeu muito a pena! Parabéns aos papais por essa criança linda. Beijos.

  7. Olá, Elisa! Parabéns!
    Deixa eu me apresentar, sou frequentadora do blog da Luciana, e como você, uma mamãe diabética tipo 1. Entrei só pra dizer o quanto deve ter sido fantástico poder ter ficado com seu filho desde o começo, poder ter dado mamar logo apóso nascimento e quanta felicidade deve ter sido poder ter levado-o pro quarto junto com você… Infelizmente, quando meu filho nasceu eu estava com hipoglicemia, por conta do jejem também, e em grande parte por causa do nervosismo na hora do parto. A glicemia não parava de descer… Mas me recusei a tomar soro glicosado, com medo de o João ter uma hiper. Resultado: João nasceu com hipo, assim como eu estava… Infelizmente, os médicos não seguiram (talvez por desconhecimento) as orientações da SBD, que dizem que um bebê de mãe diabética deve realizar teste de glicemia imediamente logo ao nascimento e deve mamar o mais breve possível para evitar ou tratar possíveis hipoglicemias… Pois é, esse foi apenas um dos inúmeros erros que eles cometeram.. Meu filho ficou na UTI neonatal por 48 horas, medindo a glicemia apenas de 8 em 8 horas (o recoemdado é de 1 em 1 ou 2 em 2 horas). Como meu parto foi no final da tarde (cesárea) e eu ainda estava sob o efeito da anestesia, só pude levantar pra visitar meu filho na UTI no dia seguinte e chegando lá o encontrei se alimentando por uma sonda, porque ele não mamava. Claro, como ele iria mamar se a mãe dele não estava lá! Ninguem merece! Hoje meu bebê com 10,5 meses está fantástico, graças a Deus!
    Fica aqui o recado para as futuras mamães diabéticas: se informem, fiquem atentas e não deixem fazerem nada que não for da vontade de vocês, e claro, que não esteja de acordo com as orientações dos especialistas (SBD). Se informem, vejam no site da SBD as recomendações. Um beijo.
    Mais uma vez parabéns, Elisa!
    Bjos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s