Arquivos

Bebê Hipoglós!

Gente, Lucas Takeo está concorrendo a Bebê Hipoglós 2011.

A votação popular começou hoje e venho aqui, pedir ajuda para a votação. Pode votar quantas vezes quiser, se puder divulgue aos seus amigos também. Tenho muito orgulho deste pequeno anjo, fruto da luta com o diabetes e nossa grande vitória… gostaria muito que ele fosse vitorioso nesta campanha também!

 

Vocês nos ajudam?!

A VOTAÇÃO COMEÇOU!!!! Quem acha que nosso lindo Lucas Takeo merece virar estrela da Hipoglós, pode votar quantas vezes quiser e puder e compartilhar para que os amigos votem também!!! Obrigada!!!!

bebehipoglos2011.com.br

Conheça o fofinho que está próximo de se tornar o Bebê Hipoglós Amêndoas 2011. Vote também e ajude e transformar esse bebê em uma estrela.
Obrigadão!!!!!!
Anúncios

Reflexões de um ano de vida

Mais um ano se completando, um ciclo de vida se fechando… e as reflexões presentes nestes 365 dias de vida continuam a habitar minha mente e povoar meu coração e corpo de sensações, sentimentos, emoções.

No ano passado, mais ou menos nesta época de meu aniversário, engravidei… um novo mundo se abriria em minha vida, um mundo de medos, receios, preconceitos, lutas, coragem e muitas vitórias. Um ano cheio de emoções! Ano do nosso casamento , ano da gravidez, ano de mudanças no trabalho e na minha forma de ver a vida.

Pois é… mais um ano se passou, e no dia 14 de Maio, fecha-se este ciclo e inicia-se um outro, cheio de “dias em branco” para que eu escreva da forma que eu desejar. Neste ano que passou, tive o privilégio de gerar uma vida, uma preciosa vida ao qual vocês acompanharam e torceram comigo. Gravidez e diabetes pareciam não combinar… mas só pareciam, porque a gravidez foi de cuidado, zelo e amor, o que possibilitou tranquilidade e um parto sem problemas, com direito a ter meu filhote em meus braços nos primeiros momentos de vida, e desde então, não sair mais de meu colo! 🙂

Pois é, sou uma mamãe agora…meu primeiro aniversário com Lucas Takeo comigo… que emoção, que alegria, que gratidão!

O diabetes tornou-se um “aliado” aos meus bons costumes, um aliado da minha saúde… um motivo para me alimentar melhor, me exercitar, me cuidar e ter uma qualidade de vida melhor. Uma escolha de vida mais saudável, menos estressante, mais flexível. E quem ganha com isso?! EU, meu filho, minha família!

Mais um ano de vida convivendo com o diabetes… e eu disse ANO DE VIDA!!!! Sim, porque ter diabetes não me impede de ter uma vida boa, apesar de algumas pessoas acharem que não, o diabetes é apenas um detalhe ( que me exige bastante) de minha doce vida.

Mais um ano se inicia… e desejo que com ele eu possa colher bons frutos… que os amigos ( mesmo poucos) sejam verdadeiros, que as dificuldades sempre me ensinem algo, que o diabetes possa ser sempre um aliado e não um inimigo, que as riquezas sejam de saúde, amor e alegrias e que meu bem maior possa ser sempre esta família linda que estou construíndo e os amigos amados e verdadeiramente interessados em estar junto!

Que venha mais um ano novo de vida! Que venha com tudo de bom que possa ter!!!!

E vamos comemorar o milagre de estarmos vivos a cada novo dia!

Felicidades para vocês sempre! 🙂

Grande presente

Olá!!! Estou aqui porque queria contar à vocês um pouco deste momento mágico que estamos vivendo.

Vocês tem acompanhado nossa gravidez até aqui e  tudo que vivenciamos nesta época, das alegrias às grandes preocupações.

Confesso para vocês que eu estava apreensiva em relação ao parto. Desejei muito que tivesse parto normal ( apesar de me preocupar com as longas horas que poderiam gerar uma hipo), no final, acabamos com uma cesariana, Lucas não estava encaixado e precisava nascer na 38° semana, pois segundo o médico, a partir desta semana os controles seriam mais dificultosos e como é raro uma diabética tipo 1 chegar até tão longe , não queríamos arriscar. Marcada a cesária, lá fomos nós para nossos medos: eu teria que ficar em jejum por 8 horas. Tomei insulina normalmente no dia anterior, incluíndo a rápida. Jantei bem e não usei rápida. Acordei no dia do parto com hipoglicemia. Como o médico havia orientado, tomei um sachê de glicose ( aquela balinha) e fomos para a maternidade. A glicemia ficou dentro da normalidade e durante o parto eles monitoraram. Foi tranquilo demais…fiquei super bem o tempo todo só com soro fisiológico ( sem glicose).

Lucas Takeo nasceu! Ouvi seu choro…que emoção! Chorei! E agora a preocupação era com a glicemia dele: tudo perfeito. A pediatra veio me dizer que estava tudo ótimo, logo ouvi me dizerem: ele vai ficar com você na sala de recuperação!

SERIO?!!!!!!

Nesta hora lembrei dos meus medos de ele ir para incubadora ou ter que ficar várias horas longe por questões de segurança ( pelo fato de eu ter diabetes e algo poder ocorrer com ele, neuras de mãe). Nenhum destes medos se concretizou. Lucas foi comigo para a sala de recuperação, e deu sua primeira mamada! Oh benção!

Ganhei tudo aquilo que necessitava naquele momento: a certeza de que todos os cuidados, privações, em alguns momentos “sofrimentos”, valeram a pena. Valeu a pena tudo, todo sacrifício, toda luta, TUDO! Estava com meu pequeno nos braços e recebi a recompensa por tantos cuidados: para mim naquele momento Lucas foi mais do que o maior buquê de rosas do mundo, maior do que qualquer orquídea ( e quem me conhece sabe o quanto amo estas flores) que eu pudesse ter recebido: Lucas é meu maior e melhor presente, assim, saudável, podendo estar comigo o tempo todo!

Monitoraram  a glicemia do Lucas nos dias em que estivemos na maternidade: tudo perfeito, dentro da normalidade.

Eu após o parto, por ter de ficar mais 8 horas em jejum, recebi soro glicosilado, em doses baixas…e ficou tudo tranquilo. Já no dia do parto diminui pela metade a injeção de lantus ( antes 26 agora 12 unidades) e nenhuma de rápida. Glicose controlada com bem menos insulina!!! 🙂

E só estou colocando isso tudo aqui para dizer para vocês meninas que tem seus medos e perguntas: é muito possível ficar bem e o bebê ser super saudável também. Basta a gente se cuidar!!!!!!

Posso dizer de todo meu coração: “Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o bem que poderíamos conquistar, se não fosse o medo de tentar.”

Não percam a esperança jamais… podemos qualquer coisa com determinação, coragem e persistência. Tente, corra atrás…lute: VALE A PENA CADA SEGUNDO VIVIDO PELO SIMPLES FATO DE TER O LUCAS EM MEUS BRAÇOS HOJE!

Olhem que grande “buquê de flores” recebi por ter me cuidado: 🙂

Estarei ausente do Blog, mas tentarei quando der tempo ( como agora), colocar algumas fotos e contar um pouco do que acontece por aqui! Pequeno príncipe com 3 dias de vida

Nasceu!!

Nasceu!! Lucas Takeo Schleger Kobayashi nasceu no dia 03 de fevereiro de 2011, pesando 3,015 kg, medindo 49 cm, às 08:50. O parto foi cesaria e correu tudo perfeitamente bem. E não desmaiei! Só esqueci de filmar. A emoção foi tanta na hora que eu ouvi seu choro que nem lembrei da câmera. Sorte que o Julio estava lá para registrar tudo. A Elisa ficou o tempo todo acordada. Estava bem tranquila até. Estava até fazendo piada. O corte esta cicatrizando bem também.

Mais uma prova de que o esforço da Elisa valeu muito a pena foi o fato do Lucas nem ter precisado ir para a incubadora. Se juntou, já na sala de recuperação, com a Elisa e deu a primeira mamada. Minha surpresa foi ver os dois entrando no quarto ao mesmo tempo. E isso ainda era de manhã. Todo o procedimento, desde a internação à chegada no quarto, não devem ter passado de 3 horas.

Já estamos em casa. Chegamos ontem de tarde. Ainda estamos nos adaptando a rotina e aprendendo a entender os sinais do Lucas. Tudo muito assustador mas ao mesmo tempo gostoso. Uma experiência fantástica!

Todos devem estar curiosos para ver o Lucas, não é? Pois bem, olhem e se apaixonem!! 🙂

Este slideshow necessita de JavaScript.

Devido aos cuidados que o Lucas necessita, ficaremos um pouco ausentes do Blog. Tentaremos atualizá-lo sempre que possível. Obrigado à todos que torceram por nós. Muito obrigado mesmo!!

Carinho por todos os lados…doces presentes

Hoje o post é para agradecer à uma pessoa bem especial, que não conhecemos pessoalmente ( ainda), mas que nos enviou um lindo presente bordado a mão! Um babador com o nome do Lucas Takeo, com um panda e bamboos. Lindo!!!

Chorei ao receber, não simplesmente pelo presente, mas por tudo o que ele significa: cuidado, respeito e carinho! Que lindo receber tantos agradecimentos pelo blog, pelo dividir as nossas experiências com vocês. Nunca imaginei que fosse atingir tanta gente, que fosse motivar tanta gente, que fosse ser tão importante para vocês como tem sido para mim. Obrigada pelos emails mega carinhosos que tenho recebido, obrigada pelos agradecimentos, obrigada por me ajudarem a ver que podemos sim quebrar distâncias físicas e ajudar com palavras e incentivo pessoas que nem imaginávamos.

Mariana, nossa querida leitora e amiga virtual: muito obrigada de coração pelo carinho, pelo lindo presente! Com certeza , Lucas irá usar muito. Colocaremos fotos dele com o presente aqui, com certeza!

Meninas que escrevem aqui no blog, que mandam emails… muito obrigada mesmo por tudo… tem sido especial dividir com vcs meus dias de grávida diabética, de futura mamãe preocupada.

Com certeza muitas outras experiências virão, e quero poder partilhar com vocês também.

Para quem já está grávida: aproveite muito este período, curta muito o crescer da barriga, tire muitas fotos, descanse bastante, cuide-se! Ame-se, sinta-se bonita e faça isso acontecer. Fale de seus medos, compartilhe com as pessoas… é uma época maravilhosa sim, mas muitas vezes assustadora também, e isso é norma!

Meninas que irão engravidar, que querem, que desejam, que sonham: não desistam NUNCA! É algo que muda nossas vidas de uma forma bem especial , que nos faz olhar a vida com outros olhos e saibam: o esforço é sempre compensador. Não importa o quanto de cuidado temos que ter, o quanto de privações fazemos: tudo vale a pena!

Assim que Lucas Takeo nascer avisaremos vocês… e saberei dizer melhor qual é a sensação de ter o pequeno nos braços!

Beijos em todos que com tanto carinho tem nos recebido em “suas” casas através deste blog. Beijos em cada um que de uma forma ou de outra tem torcido por nós até aqui!

Torçam por este nascimento que acontece nesta semana, estaremos off durante uns dias, mas será por uma ótima causa! No próximo post, poderemos partilhar como foi o nascimento! Estou super emocionada , obrigada por tudo!

Beijos mil em todos e em especial na Mariana por todo este carinho ( estamos na torcida por vc!!!!) e na Lilian, futura mamãe , muita força e no que precisar estamos aqui!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Lucas vem aí!!

O Lucas está quase chegando. Estamos, praticamente, na última  semana de gravidez. Minha ansiedade aumenta à cada dia. Só passando por isso para saber. Só de pensar  meu corpo estremece, sobe um calafrio nas costas e me pego com um sorriso no canto da boca. Imagino como deve ser para a Elisa, afinal, ela fará “todo o trabalho”. Eu só poderei ficar ao lado, tentando apoiá-la do jeito que conseguir. Infelizmente, não há muito que eu possa fazer. Gostaria que houvesse, mas não há. Confesso que sinto inveja as vezes. Poder sentí-lo mexendo dentro da barriga deve ser algo extraordinário. Nem imagino como deve ser a sensação. Sempre que penso, vem a imagem do filme Alien, mas sem toda a violência.

Eu sempre desejei ter um filho. Um casal para ser mais exato. Não era pra ser para agora, mas sua vinda será muito comemorada. Pelo menos não passamos pela época de cobranças dos familiares que sempre acontece depois do casamento. Ainda bem. Não me sentiria bem com a pressão justamente pela condição da Elisa. Por ser considerado uma gravidez de risco, é desejável que se tenha um cenário mais perto do ideal possível. E se o casal não estiver preparado, pode ser arriscado tanto para a futura mamãe, quanto para o bebê. Não que seja impossível, mas requer força de vontade e preparação. Por causa disso, sempre tive em mente que, apesar do meu desejo, a decisão final seria dela. Ainda mais sabendo que quem iria passar por todas as mudanças hormonais e desconfortos, seria ela.

Mas imprevistos acontecem. No nosso caso acabou sendo uma surpresa. Quando recebi a notícia, apesar da minha alegria, tive que me conter um pouco pois sabia que, na cabecinha dela, estavam passando milhões de coisas. Sabia que era assustador, ainda mais sendo tão de repente e meses antes do casamento (4 meses para ser mais preciso). Dava pra ver que ela estava assustada. Afinal, além de ser uma tremenda responsabilidade ter um filho, ainda tinha o fato de ser considerada uma gravidez de alto risco. Eu, com certeza, também estaria assustado se o cenário fosse outro. Mas a Elisa estava controlando muito bem sua diabetes e isso me deu confiança para acreditar que correria tudo bem na gravidez. Tenho orgulho em dizer que a Elisa é um exemplo de determinação. Sua força de vontade é algo fenomenal.

Graças a essa força de vontade, ela conseguiu manter uma dieta bem equilibrada. E isso ajuda muito no controle da diabetes. A melhor prova disso é o gráfico de peso fetal estimado. Segundo nosso obstetra, o excesso de glicose no sangue da mãe, acaba indo para o bebê, que, por sua vez, acaba produzindo mais insulina, acarretando em um ganho de peso acima do normal. Consequentemente, se o crescimento do bebê está dentro da curva considerada normal de crescimento, quer dizer que o controle da diabetes está perfeito. Neste link tem um artigo interessante sobre a importância do peso fetal estimado.

Mérito da Elisa que conseguiu se manter saudável não só por causa do Lucas, mas também por todas as pessoas que a amam e a querem bem. Isso sim é amor. Meu papel nisso tudo é estar presente. Não carregando, mas apoiando. É preciso que haja parceria e não dependência.

Uma Gravidez de Alto Risco, abençoada com tranquilidade

Pois é, estamos na reta final da gestação do Lucas. Muitas emoções se acumulam neste momento: cansaço por tantos cuidados, peso do corpo,  dificuldades para fazer alguns movimentos… mas principalmente: gratidão, felicidade, amor, alegrias, expectativa, gratidão, gratidão, gratidão e sentimento de “luta” vencida!

Meu coração se alegra por poder partilhar durante estes 9 meses de gestação o que tem acontecido comigo, as dificuldades, as dúvidas, os medos, as alegrias e as vitórias. Gratidão por ter sido e, estar sendo recompensada pelos cuidados zelosos que tivemos ao longo deste processo. Sim, uma recompensa que não tem preço, saber que o Lucas é saudável, perfeito, tem tamanho e pesos normais ( como de uma gravidez “comum”, como diz o obstetra), saber que eu estou bem, que passei bem e ainda tenho muita força e energia para continuar trabalhando, fazendo ginástica e me cuidando… só posso dizer OBRIGADA!

Obrigada à Deus por ter me dado forças para me cuidar, me picar inúmeras vezes, restringir alimentação e tudo o mais que já acompanharam por aqui; Obrigada à minha família, que mesmo de longe me deu apoio, cuidou de mim; Obrigada à vocês que me encorajaram com os comentários, com os emails, com a força e energia enviados a cada novo post, Obrigada ao meu marido, papai zeloso, marido cuidador e companheiro… sem ele teria sido muito mais difícil chegar até aqui! Obrigada , obrigada, obrigada!

Com o apoio e carinho de cada um, do seu jeito, chegamos saudáveis na reta final da gestação…com hemoglobina glicada ótima, com glicemia controlada…

E agora, que venha o parto… e espero mesmo que corra tudo tão bem quanto correu até aqui!

Para fechar este post com chave de ouro , partilho com vocês fotos do barrigão, fotos da nossa pequena família, porque eu amei cada foto que tiramos para eternizar este lindo momento.

Ah, claro, fotos lindas do nosso amigo e grande fotógrafo Julio Trindade, que sabe eternizar momentos com a perfeição que somente as lentes dele  são capazes de captar! OBRIGADA JÚLIO!!!!!

Este slideshow necessita de JavaScript.